Centenas de trabalhadores e trabalhadoras e militantes de partidos e dos movimentos sociais foram à Rodoviária do Plano Piloto no fim da tarde de quinta-feira (20). Organizada por entidades sindicais ligadas à CTB e à CUT e outras organizações, como PCdoB, PT, Unegro, UJS e União Brasileira das Mulheres, a marcha saiu da Praça dos Aposentados, no Setor de Diversões Sul (SDS), até a plataforma inferior da Rodoviária, com palavras de ordem como “Não vai ter golpe”, “Mais direitos” e “Fora Cunha”.

Lideranças discursaram denunciando a política econômica que favorece o capital financeiro e os ataques aos direitos da classe trabalhadora. Foram distribuídos 15 mil panfletos defendendo os direitos dos trabalhadores, que os ricos paguem pela crise; ampliação dos direitos sociais; democracia; soberania nacional e reformas estruturais e populares.

Atos semelhantes foram realizados em várias capitais e cidades do país. Faixas e cartazes exibiam mensagens em defesa da Petrobras e do cumprimento integral do mandato de Dilma.

Anúncios