Blog do Renato

O bárbaro ataque que ocorreu em Paris na sexta-feira (13) foi um condenável ato de guerra. Seu alvo visível foi a população civil da capital francesa, mas o objetivo real era atingir as potências ocidentais que agem, há décadas, no Oriente Médio e são responsáveis pela forte instabilidade que lá existe.

Ao contrário do que dizem muitos comentaristas na imprensa hegemônica, as razões de um ataque dessa natureza não são religiosas nem estão localizadas naquilo que alguns chamam de conflito de civilizações. Os motivos reais são geopolíticos, ou guerreiros.

O ataque, promovido pelo chamado Estado Islâmico, feriu centenas de pessoas e assassinou mais de 120 civis inocentes. A ação revelou uma insuspeita capacidade de organização que envolve planejamento, logística e acesso a recursos. Capacidades que resultam do treinamento, intenso apoio financeiro e material dado pelos países imperialistas a grupos de oposição ao presidente sírio Bashar al-Assad. Apoio que resultou, ao…

Ver o post original 360 mais palavras