image

Ao tomar conhecimento do estupro sofrido por uma jovem estudante durante a festa de The Box – Reveião, realizada na madrugada do dia 1º de janeiro, na Quadra da Acadêmicos da Asa Norte, o Conselho dos Direitos da Mulher do Distrito Federal (CDM/DF) vem a público externar sua indignação e solicitar às autoridades competentes agilidade na apuração do caso.
O relato da vítima, publicado nas redes sociais e reproduzido pelo Jornal Correio Braziliense, e a declaração do acusado, também reproduzida pelo jornal, não deixam dúvidas quanto ao ocorrido.
Ao dizer que “ela veio até mim e se esfregou”, que foi “coisa rápida” e ao admitir ter chamado outro colega para também estuprar a jovem, o acusado tenta desqualificar e culpabilizar a vítima. Essa estratégia, utilizada de forma recorrente pelos abusadores, decorre da ideia machista de que os homens possuem direito adquirido ao corpo das mulheres e que, a depender da forma como nos vestimos ou nos comportamos, nos tornamos responsáveis pela violência sofrida.
O Conselho dos Direitos da Mulher do Distrito Federal vem à público dizer que não irá admitir essa inversão dos fatos nem tolerar qualquer forma de violência contra as mulheres!
Nesse caso, é agravante o fato do acusado ser o chefe da segurança da festa, quem, supostamente, deveria garantir a integridade das pessoas presentes ao evento; sobretudo daquelas em situação vulnerável, como a jovem que admitiu estar alcoolizada.
Manifestamos nossa solidariedade à vítima e à sua família e solicitamos às autoridades responsáveis que punam com rigor o CRIME praticado.

Brasília, 4 de janeiro de 2016

Anúncios