Dia 18: às ruas pela democracia, contra o golpe

Apoiados nas manifestações do último dia 13 de março e em ações ilegais e abusivas da Operação Lava Jato, como foi o caso da condução coercitiva do ex-presidente Lula,  os setores mais reacionários da direita neoliberal — em conluio com os monopólios de comunicação – radicalizaram a pregação golpista e proclamam aos quatros ventos que “em semanas” irão depor a presidenta Dilma Rousseff.

A grande mídia alardeia a análise falsa de que a deposição da presidenta Dilma, via um golpe de Estado, reconduziria o país à normalidade e à retomada do crescimento econômico.

A verdade é outra. Um governo qualquer que seja entronizado por um impeachment golpista, levará o país a uma conflagração, o que agravará a instabilidade política e aprofundará a recessão. Não há solução fora da democracia. Mudança na Presidência da República somente em 2018 como ordena a Constituição Federal.

Nesta hora grave da vida do país, o PCdoB faz um chamamento às forças democráticas e populares, mesmo aquelas que estão separadas por legítimas divergências, para que venhamos a convergir, a nos unir em torno da democracia, que é o bem mais precioso da Nação.

Que venhamos a nos unir, também, todos e todas movidos pela convicção de que não se faz Justiça afrontando o Estado Democrático de Direito. Que se unam todos e todas que respeitam as divergências, as diferenças de opinião e que rejeitam a cultura da intolerância e do ódio.

O PCdoB conclama: dia 18 vamos às ruas pela democracia, contra o golpe. Vamos às ruas com o multicolorido das organizações sociais, da democracia e do Brasil. Dia 18 às ruas, pela retomada do crescimento econômico e da geração de empregos.

Brasília, 15 de março de 2015

A Comissão Política Nacional do Partido Comunista do Brasil-PCdoB

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. CANDIDO LUIZ SANTOS MALTA disse:

    Operários e operárias do Brasil, a grande e notória verdade é que as oposições políticas aos partidos aliados ao governo brasileiro estão tentando nos diplomar como idiotas ignorantes da verdadeira origem da crise política institucional. Primeiro porque acham que já esquecemos que eles, ao perderem as eleições de 2014, prometeram, e está registrado em jornais, revistas, rádios e em emissoras de tv, que fariam o governo Dilma sangrar. Depois porque iludem os menos atentos e os que não concordam com as políticas que beneficiam os mais pobres, com invencionices para tentar denegrir a imagem dos políticos que defendem as bandeiras populares e consequentemente, sem essas bandeiras, põem nas ruas milhares de desatentos empunhando bandeiras que flagrantemente desmentem a tentativa de qualificar o movimento como sendo espontâneo do povo. Vamos mostrar aos Aécios, aos Alkimins e aos outros falsos democratas que os diplomas de desatentos idiotas políticos não nos cabem e aquela pequena vaia da Avenida Paulista, pequena demonstração de que até os desatentos ainda não são completamente idiotas políticos, desmistificará definitivamente, para os políticos da oposição, que a maioria do povo brasileiro seja composta por idiotas políticos capazes de apoiar projetos que contrariem seus próprios interesses. Democraticamente Dilma não sai e Lula, com sustentação absolutamente jurídica e com respaldo das urnas voltará ao governo em 2018 porque somos maioria e estamos amparados democraticamente. VAMOS DEFENDER NOSSOS DIREITOS no dia 18.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s