Publicamos aqui o relato do professor Jairo Mendonça que relata a absurda perseguição política que ele está sofrendo por parte de alguns policiais militares do DF. A perseguição é ilegal, imoral e ilegítima e o PCdoB irá denunciar na Corregedoria, na Justiça e na imprensa toda e qualquer tentativa de criminalizar os movimentos sociais.

image

“Compas e Camaradas, boa tarde!
Estou sendo vítima de uma série de ataques mentirosos e irresponsáveis nas redes sociais em função de um gesto que fiz ao senado por ocasião da votação do impedimento da presidenta Dilma e que o aparato policial interpretou como sendo pra eles. A foto foi divulgado num grupo de policiais onde tem vários comentários ofensivos e ameaçadores.
Uma exposição gratuita e irresponsável.
Ontem, ao sair do escionamento do Gamashopping, após uma apresentação musical, fui abordado por 03 viaturas, com policiais fortemente armados onde fui submetido a uma revista minuciosa e após, mais de uma hora de detenção, não encontrando nada que justificasse minha prisão, fui liberado sob a cxompanhi de vários camaradas e amigos que estavam no show do Gamashoping.
Estão postanto na rede que fui preso em carro irregular dirigindo embriagado, o que é uma mentira.
Sugiro aos amigos do face que façam postagens de apoio e desagravo no meu mural.
Já recebi ligações de algumas autoridades, deputados e muitos amigos e professores se solidarizando nesse momento complicado.
Já entraram em contato com o comando da polícia militar do DF.
Quem puder fazer contato com autoridades próximas, é um movimento importante também.
A repressão começa a dar seus truculentos passos rumo ao estado autoritário dos anos de chumbo. Não nos iludamos, os movimentos sociais, somos o alvo e a bola da vez.
Jairo Mendonça – Fração CTB no Sinpro/DF”

Anúncios