serra-003

A União de Negros pela Igualdade repudia veementemente as últimas declarações do Ministro Interino das Relações Exteriores – do governo ilegítimo e golpista – José Serra acerca da participação das mulheres em instâncias de poder na ocasião da missão oficial de visita ao México no último dia 25 de julho. Serra declarou que “Para os políticos homens no Brasil é um ‘perigo’ porque descobri aqui que metade das senadoras é mulher”.

As declarações deste referido senhor externalizam sua visão sexista e reforça estereótipos que excluem as mulheres da capacidade de representação política e institucional. A misoginia expressa por esse senhor foi imediatamente repudiada tanto pelas senadoras e deputadas mexicanas quanto pelo movimento feminista ao redor do mundo. Salta aos olhos tamanho desconhecimento do fato de que no México, diferentemente do que ocorre no Brasil, as mulheres têm ampla representação no parlamento. Em 2014, o Congresso mexicano aprovou uma reforma política que exige que os partidos apresentem 50% de candidatas, assim hoje conta com 46% de mulheres no Senado e 36% de mulheres na Câmara dos Deputados.

Esta declaração é uma prova inequívoca que este governo golpista-interino, cuja composição ministerial é exclusiva de homens, brancos e ricos, está na contramão dos direitos conquistados pelas mulheres no Brasil e em todo o mundo e mais do que isso, representa um ataque direto aos nossos direitos. A Unegro conclama toda a população negra brasileira a se somar na luta contra o golpe, pela destituição deste governo ilegítimo bem como a convocação imediata de um plebiscito para que o povo decida os rumos do país. Fora Temer, Fora Serra!!!

Todas e todos às Ruas dia 31 de julho com a Frente Povo sem Medo!

Todas e todos às Ruas dia 12 de agosto com a Convergência Negra por nenhum direito a menos para a população negra!

 

União de Negros Pela Igualdade .

Salvador, 27 de julho de 2016.

Anúncios