A primeira reunião do Comitê Regional do PCdoB/DF 207-2019 realizada no último sábado elegeu a nova Comissão Política e também aprovou uma resolução em que trata da resistência às políticas de retrocesso e também dos desafios que os comunistas têm que enfrentar em 2018.

Para o presidente do PCdoB/DF, Augusto Madeira, os comunistas do DF têm uma grande responsabilidade na resistência às políticas de desmonte patrocinadas pelo governo Temer, assim como as políticas apresentadas pelo GDF, como o desrespeito ao fundo de previdência dos servidores do DF.

“Aqui na capital do país, temos a dupla tarefa de lutar contra as privatizações e a retirada de direitos do presidente sem votos Temer, e também para manter conquistas e avanços que estão em risco no GDF. Além de também lutarmos pela unidade das forças políticas progressistas e responsáveis contra o fantasma do fascismo que espreita 2018” destacou Madeira.

Outra preocupação dos comunistas é a preparação para a disputa eleitoral de 2018, o PCdoB/DF reafirmou a disposição de lançar os nomes da ex-senadora e ex-ministra Emília Fernandes e do professor da UnB, Volnei Garrafa para as eleições majoritárias.

O PCdoB também manifestou estar aberto a filiação de novas lideranças para fortalecer o partido nas cidades, na luta social, na cultura e na intelectualidade.

Veja a resolução aprovada na íntegra:

Resolução da Reunião do Comitê Regional

 

O Comitê Regional do PCdoB/DF manifesta seu mais veemente repúdio a Reforma Trabalhista de Temer, que retira direitos históricos e torna a relação de emprego mais insegura, precária e extenuante para todos os trabalhadores e trabalhadoras.

Na defesa da soberania nacional, nos mobilizaremos contra as privatizações das empresas públicas, como a Eletrobras, e a venda do pré-sal às multinacionais estrangeiras.

Condenamos a aprovação da Reforma da Previdência do Governo Rollemberg que coloca em risco o pagamento das aposentadorias, o futuro do funcionalismo público e retira direitos dos servidores.

Reafirmamos as pré-candidaturas ao governo do Distrito Federal em 2018 de Emília Fernandes, primeira ministra de políticas das mulheres do Brasil, e do professor Volnei Garrafa, pesquisador da UnB no campo da bioética.

Para as eleições do ano que vem continuaremos a manter contatos e diálogos com as mais diversas forças no intuito de formar uma frente ampla, ética, com propostas para o desenvolvimento do Distrito Federal, e evitar assim, a vitória do campo retrógrado e antidemocrático.

Nossa prioridade, até março do ano que vem, é a montagem de uma chapa própria para concorrer às eleições da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Também lançaremos candidaturas para deputado federal e Senado Federal. Para isso, abriremos as portas do partido para a filiação de lideranças, personalidades e ativistas do movimento social que desejem concorrer nas eleições com as bandeiras do PCdoB.

Saudamos com entusiasmo a escolha da pré-candidatura do PCdoB à Presidente da República da camarada Manuela D’Ávila e decidimos nos engajar com vigor nesta mobilização.

 

Brasília, 11 de novembro de 2017

 

Nova Comissão Política

A Nova Comissão Política do PCdoB/DF eleita é composta pelos seguintes camaradas:

Augusto Madeira – presidente

Olgamir Amancia – vice-presidenta

Carlos Décimo – secretário de organização

Eder Brant – secretário de quadros

Gustavo Alves – secretário de comunicação

Ivonete Nascimento – secretária de Mulheres

José Roberto  – secretário de juventude

Mariete  Pinheiro – secretária de finanças

Matheus Diniz – secretário de formação

Paulo Vinicius – secretário sindical

Santa Alves – secretária de combate ao racismo

Victor Frota – secretário de movimentos sociais

Ana Prestes – membro

Andrey Lemos – membro

Emília Fernandes – membro

Fred Vazquez – membro

Oliver Oliveira – membro

Valesca Leão – membro

Volnei Garrafa – membro

Anúncios